Táxi Teerã, de Panahi, luta para dar voz a quem quiseram calar

taxi-theheran1Podem te prender, podem te ferir, podem impedi-lo de fazer os filmes que quer, mas não vão amordaçá-lo.

Jafar Panahi está proibido de fazer filmes desde 2010. Como represália ao apoio que fez em 2009 ao candidato oposicionais à presidência, um dos maiores cineastas iranianos contemporâneos não consegue mais filmar.

Não consegue?

Filmes como “O balão branco“, “O círculo” e “Ouro carmim” ficam muito difíceis de fazer devido às restrições, mas Panahi tem dado o seu jeito. Por sinal, vale a indicação para que assistam o filme “O círculo”, vencedor do Leão de Ouro no Festival de Veneza de 2000, e que fala da opressão da sociedade iraniana sobre as mulheres.

Desde este evento, criticado no mundo todo, o diretor conseguiu fazer três filmes: o ótimo “Isto não é um filme“, “Cortinas fechadas” e aquele que é o tema deste texto: “Táxi Teerã“.

Vencedor do Urso de Ouro do Festival de Berlim de 2015, o filme mostra o próprio cineasta como um motorista de táxi que recolhe passageiros em meio à calorenta e caótica Teerã. O filme parece um documentário, mas logo percebe-se que aqueles que entram em seu táxi são atores que representam alguns “tipos” e “situações” encontradas na sociedade iraniana.

Por meio deste mockumentary (falso documentário), Jafar Panahi discute a realidade da sociedade na qual está inserido e, até mesmo, discute as formas de representá-la dentro de um filme. Há momentos em que isso é dito de forma bem objetiva, numa discussão que ele tem com sua “sobrinha”.

O filme pode parecer simples num primeiro olhar, mas se nos pusermos a refletir, pensando no contexto de perseguição que este homem vive, trata-se de um libelo anticensura. Além disso, vale a análise das representações criadas pelo realizador, que são puras e intensas ao mesmo tempo, devido à carga de realidade que ele procura dar.

Assista o trailer.

taxi

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s