“Dois coelhos” surpreende ao divertir, com classe

Imagem

Existem alguns filmes que enganam a gente: você assiste ao trailer e este promete ser um filme divertido, engraçado e excitante. Daí, quando você vai assistir, os momentos divertidos, engraçados e excitantes se limitam àqueles que você viu no trailer. Quantas vezes passamos por isso, né? Mais raros são os casos inversos, quando você assiste ao trailer e acha que o filme será uma porcaria e, quando você assiste, é fantástico! Há um motivo óbvio para esta raridade: normalmente, quando você vê o trailer e supõe que o filme seja ruim, você não o assiste, a não ser que você seja masoquista ou fã de filmes tranqueiras. “Dois coelhos”, dirigido por Afonso Poyart, se enquadra no filme que tem um trailer que não me atraiu e que me arrebatou quando assisti. É importante salientar que o filme contém outro fator que sempre me incomodou: o cineasta não faz apenas o papel de diretor, também assina o roteiro (tudo bem, vai), produtor (começou a incomodar) e finalização (aí também, já é demais). Cineastas que gostam de fazer TUDO incomodam, pois dão a impressão de serem demasiado controladores (mais do que já se vê no ramo) e despertam certa antipatia.

Mas vou deixar todos os preconceitos de lado, pois assistir a “Dois coelhos” é uma experiência deliciosa. Trata-se de um filme moderno, dinâmico, cheio de apelo visual, com uma câmera criativa e instigante. Tem uma história comum, mas tratada de forma muito criativa. Edgar é um rapaz que resolve aplicar um golpe em um criminoso facínora e em um deputado corrupto ao mesmo tempo. Para isso, cria um plano mirabolante que sofre reviravoltas todo tempo. Com o auxílio de uma pós-produção muito bem feita e bem humorada, ouso dizer que lembra o espírito dos filmes de Guy Ritchie e um pouco de Aronofsky. Uma mistura de estética publicitária, cinema e videogame faz com que o público jovem fique cativado. A imagem que acompanha este texto é um exemplo das ilustrações que separam o filme em capítulos.

Recomendo que assistam ao filme, divirtam-se. Caso tenham a mesma má impressão que tive com o trailer, abstraiam. Vale a pena!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: