Elegia a Saramago

Dos rincões do Ribatejo surgiram palavras poderosas

fecundadas numa vida rica em experiência.

Frases belas para criar longas reflexões,

como ensaios em forma de romance.

Personagens saltam de suas páginas:

Blimunda,

Tertuliano,

Salomão,

Cipriano,

Fernando Pessoa visto como fantasma.

Polêmica e personalidade embebidos em conhecimento profundo,

Reflexões únicas, criativas,

Versatilidade

A busca implementada pelo Sr. José, em “Todos os nomes”,

é similar à busca deste outro Sr. José: inefável, intensa, às vezes ilógica.

Nada como ter Lanzarote como lar,

com seus vulcões de energia latente,

inspiração para a lava de seus verbos.

Lembro da cruz de sangue que Blimunda traça em seu amante,

O terno cão das lágrimas,

A viagem da Península Ibérica,

Ricardo Reis vagando por Lisboa,

Imagens, imagens.

*

Pena que hoje a morte não estava em greve como certa vez ele descreveu

Agora parte, em busca de sua ilha desconhecida,

a qual não deveria ser descoberta

pois desconhecida não deveria deixar de ser.

*

Vá amigo, vá

Grato pela presença,

Sua memória não perecerá.

Para José Saramago

16/11/1922 – 18/06/2010

***

Veja textos escritos sobre Saramago em “A Lamparina”:

A viagem do elefante

Ensaio sobre a cegueira

Ensaio sobre a cegueira II

O texto poético

O homem duplicado

Anúncios

6 comentários em “Elegia a Saramago

Adicione o seu

  1. Hugo,

    Esta Elegia é a melhor que já li até hoje. Sei o quanto você gosta das escritas de Saramago. Tenho certeza que sua Elegia teria sido até mesmo apreciado por ele.
    Parabéns.

    Papai

  2. Adorei a elegia. Bela e sensível homenagem.
    Se posso escrever algo gostaria de dizer que: Meu amor por Saramago foi amor a primeira vista por ocasião de sua vinda à Porto Alegre. Amei sua sinceridade e lucidez, sua coragem de dizer e escrever sobre o que acreditava e quem nem todos concordam, seu brilho de ser humano engajado quando a maioria desitiu de se indignar. O poeta e escritor tornou nossa vida mais bela e compromissada. Concordo com seu editor: saudade não tem remédio.
    Obrigado Saramago.

  3. Sempre quando descubro algo realmente bom… é “tarde demais”. Três dias antes postava frases dele em meu twitter, sem saber que três dias mais tarde seria mais uma a postar a notícia de sua morte.
    Fomos privados de tudo que ele ainda tinha para dizer, mas presenteados com o eterno eco das palavras que foram ditas.
    E realmente seu texto ficou muito lindo… um dia ainda vou escrever que nem você professor! rs.

    Abrs.

  4. Perdemos uma grande escritor.
    Perdemos um grande homem.
    Perdemos José Saramago….

    Perdemos um gênio da literatura, mas também se foi um ser que não possuia um amor espiritual. Adorado por alguns e odiado por muitos outros, seu “ateísmo” juntamente com o caráter comunista foram os seus maiores defeitos
    Como ele próprio já dizia: “[…] há apenas um lugar onde existe Deus e o Diabo, que é na minha cabeça […]”

  5. Hugo,
    Muito boa mesmo essa elegia ao velho mestre. Ninguém mais poderia tê-la escrita dessa forma.
    Deu mais vontade ainda para ler o tanto de livros dele que não li. E reler aqueles já lidos.
    Abrs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: