Soletre agora M-I-N-A-S G-E-R-A-I-S

Temos uma mania constante em criticar os programas da televisão. Sem dúvida, a grande maioria é porcaria, alienante ou apelativo. Porém, quando surge algo bom, estimulante e educativo, temos que elogiar.

 

Não gosto de todos os quadros do “Caldeirão do Huck”. Porém, temos que tirar o chapéu para o SOLETRANDO. A vitória do menino Éder foi emocionante. Fiquei impressionado desde as eliminatórias (se não me engano, ele participou da segunda eliminatória, há mais de dez semanas) com a velocidade que ele soletrava, sem perguntar nada e sem titubear. Não errou nenhuma letrinha (apesar de que hoje pareceu que tinha errado – ele mesmo se lamentou – mas acredito que o programa não percebeu, pois ele se confundiu ao dizer a letra D, falando a T, que tem quase a mesma pronúncia).

 

O alcance da televisão brasileira é imenso, e sua influência é até difícil de mensurar. Isso pode acontecer para o bem ou para o mal. Mas alguém tem dúvida se este quadro não estimulou a criançada a estudar? Alguém acha que o interesse pela língua portuguesa não aumentou?

 

Além disso, veja a oportunidade que este garoto recebe. E, melhor ainda, com MÉRITO DELE. Ele não ganhou um sorteio, nem mesmo dependeu da simpatia do público. Estudou em casa, com toda a dificuldade inerente aos habitantes do Vale do Jequitinhonha. Mostrou que tem um talento especial. Venceu a concorrente do Paraná, que também era muito boa (além de enorme!!!), e a do Rio de Janeiro, que cometeu uma falha durante a soletração, percebida por ela antes mesmo de completar a palavra.

 

Quem olha para este garoto mineiro, vê que é muito simples e extremamente tímido. Mal conseguia falar ao microfone. A mãe só sabia chorar. Imagine: eles têm uma renda mensal de R$200,00 por mês (contando o Bolsa Família, de mais de R$100,00), e agora terão um cheque de R$100.000,00 para investir no menino. Vamos torcer para que utilizem este dinheiro com sensatez, sem desperdiçar. Quando Éder conseguiu falar alguma coisa, disse para o apresentador que pretende cursar a faculdade de Economia. Vamos torcer para ele. Num país em que tão poucas pessoas têm oportunidade, temos que torcer por estes que conseguem. Imagine quantas pessoas com potencial deixam de ter oportunidades para que surja “um Éder” entre eles.

 

Destaque final para o Rap do Soletrando que Gabriel, o pensador escreveu e cantou.

 

Espero que este quadro continue no ano que vem, e que realmente tenha o tal do “Calculando”, no segundo semestre, para os alunos que gostam de matemática.

Anúncios

2 comentários em “Soletre agora M-I-N-A-S G-E-R-A-I-S

Adicione o seu

  1. no meio de tanta porcaria alguma coisa tem que se salvar né… quem sabe se pelo menos pensando que educação pode dar dinheiro na TV, essas familias não incentivem seus filhos a ir para a escola…Eu investiria e viveria de renda!! hahahaha

  2. Oi Hugo, é a Ana Paula, sua amiga do Mackenzie…nunca mais nos falamos mas de vez em quando passeio pelo seu blog. Escrevo para dizer que você “tirou as palavras da minha boca” ao falar sobre o programa Soletrando. Eu vi este menino ganhar e várias coisas me surpreenderam: sua capacidade, simplicidade, esforço, bem como a pouca quantia que sua família tem para sobreviver. Fiquei chocada e percebi que nem este fato pode parar o indivíduo que busca conhecimento. Um abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: