“Na natureza selvagem” e “Juno”

Ontem fiz a loucura de uma sessão tripla no cinema. Comecei a tarde vendo “Senhores do crime”, em seguida assisti a “Na natureza selvagem” e terminei com “Juno”. Não vou falar do primeiro, pois num dos posts anteriores já comentei. Somente digo que o filme era exatamente aquilo que eu suspeitava, com todas as qualidades de Cronenberg. Porém, os outros dois filmes que foram surpreendentes, e é deles que quero falar.

into-the-wild.jpg

“Na natureza selvagem” foi dirigido pelo grande ator Sean Penn. Baseado no livro homônimo de Jon Krakauer, conta a história do real do Christopher McCandless, que resolve tornar-se um andarilho, apagar sua própria identidade, criar uma nova (Alexander Supertramp) e viajar para o Alasca. Um filme que poderia ser apenas uma história de um menininho bonito que vai para paisagens lindas, ultrapassa estes limites e mostra uma viagem interior, quando alguém decide ser mais que um simples aventureiro e vivenciar o mundo da forma mais despida possível. Há a questão filosófica, pois o rapaz foi influenciado por Tolstoy, London e, principalmente, Thoreau. Lembro que, quando li o livro há uns dez anos, foi atrás do “A desobediência civil” e entendi um pouco do que ele pensava.

Um filme de quase duas horas e meia, poucas falas, poderia se tornar chato e insuportável. Posso dizer que é um filme delicioso, onde concordando ou não com a aventura do rapaz, sem dúvida a entendemos. Não era um jovem rebelde, nem mesmo um pária, era apenas alguém que escolheu outra vida, fora das convenções que estamos acostumados e que consideramos obrigatórias.

Além disso, a trilha sonora é muito boa, com canções de Eddie Vedder, vocalista do Pearl Jam. É um crime este filme não ter recebido outras indicações ao Oscar, além da de montagem (a qual merece vitória) e melhor ator coadjuvante. No mínimo teriam que deixar de dar uma das três indicações que o filme “Encantada” teve para melhor canção e encaixar “Long Nights” ou “Rise”, que são fabulosa. Sem dizer da direção sensível de Sean Penn, que cada vez mais demonstra que atinge sua maturidade como realizador. “Acerto Final” e “A promessa” já mostravam talento, mas este último confirmou.

juno.jpg

“Juno” foi a cereja sobre o bolo de meu sábado. Fui assistir sabendo que veria uma comediazinha americana, que poderia ser besta e ingênua. Mas o filme é tudo, menos ingênuo. Uma premissa clichê, como a gravidez na adolescência, torna-se o mote para uma história que demonstra as inseguranças resultantes de atitudes mal pensadas. Muito engraçado, com um humor áspero, sem gags, mas inteligência.

Uma atriz linda e talentosa, como a jovem Ellen Page, tem o carisma necessário para levar o filme, ainda mais que sua personagem possui um humor incomum, pleno em sarcasmo e sinceridade irônica. As outras personagens são esteriotipadas propositadamente, a fim de, novamente, com bom humor, mostrar como aquela situação banal e ao mesmo tempo complicada pode acontecer com qualquer um.

O filme foi dirigido pelo promissor Jason Reitman, que debutou com o filme “Obrigado por fumar”, outro cheio de humor ácido. Jason é filho de Ivan Reitman, o qual fez várias comédias nos EUA, principalmente com Schwarzenneger (“Irmãos Gêmeos”, “Júnior”, “Um tira no jardim da infância”. Tem apenas 30 anos de idade e já é indicado ao Oscar de melhor diretor. Ele é, como eu disse, no mínimo promissor.

Destaque final em “Juno”, para o momento em que Ellen Page e Michael Cera cantam “Anyone else but you”.

Fotos:

Anúncios

2 comentários em ““Na natureza selvagem” e “Juno”

Adicione o seu

  1. ontem vi Juno, e foi tudo o que eu esperava, adorei!! e sai do cinema tendo certeza de que ganharia o melhor roteiro!! haaa viu? já posso ser critica de cinema rs e a musica é linda…não sai da minha cabeça.

    Bjoooo

  2. Hugo, fui ver Na Natureza Selvagem no domingo, um dia depois de ver Juno. Ainda não parei de pensar no filme. O Oscar realmente comete injustiças, mas who cares? O filme é realmente o filme em si e independe de premiações.
    Abraços!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: