“Senhores do crime” é uma oportunidade de conhecer Cronenberg e depois assistir todos seus outros filmes

Quem nunca viu um único filme do canadense David Cronenberg? Ou pelo menos ouviu falar? Mesmo sem saber que o filme é dele, quem não conhece “A mosca”, “Scanners”, “Videodrome”, “A hora da zona morta” ou “Gêmeos – mórbida semelhança”? São tantos os seus filmes. Eu, particularmente, gosto de TODOS. Não tem um único que eu não goste. Até os mais trash, como “Enraivecida na fúria do sexo” ou “The Brood – filhos do medo” são legais. Isso mesmo: “legais”. Filmes divertidos, mas de forma perversa e asquerosa.

Quem olha este homem de olhos azuis, não imagina que Cronenberg era conhecido por fazer esses filmes nojentos (lembra das cenas de “A mosca”?). Porém, o cineasta mostra cada vez mais que também faz narrativas sérias. Para mim, os dois maiores exemplos de excelência narrativa estão em “Gêmeos – mórbida semelhança” e “Spider”. Em “Marcas da violência”, seu penúltimo filme, também esbarra estas qualidades.

Nesta sexta-feira estreará outro filme: “Senhores do Crime” (Eastern Promises). A tradução é infeliz, mas pelo trailer dá para ver que o filme segue o estilo de seu antecessor. Novamente Viggo Mortensen estrela, como um personagem bem distante do rei-herói de “O senhor dos anéis”. Por sinal, Cronenberg se mostra cada vez mais um bom diretor de atores ou , no mínimo, muito feliz ao escolher seus elencos: além do ator principal, estão no filme Naomi Watts (que já participou de filme de outro diretor “esquisitão e fantástico”, David Lynch), o francês Vincent Cassel e o competentíssimo ator alemão Armin Müller-Stahl.

Pretendo assistir na próxima sexta-feira e sei que não vou me decepcionar. Sei o que esperar dele. Suspense, ação, qualidade na criação dos climas, personagens ambíguos e densos. Reviravoltas, surpresas, sombras e, claro, cenas asquerosas.

Depois, para equilibrar, assistirei a outro filmes que estreará, um pouco mais tranquilo: “Juno”, dirigido por Jason Reitman (filho de Ivan Reitman – coincidentemente, antigo parceiro de Cronenberg e diretor de filmes como “Os caça-fantasmas”, “Irmãos gêmeos”, “Um tira no jardim da infância”, entre outros). Mas esta é outra história. Fica pra depois.

Anúncios

Um comentário sobre ““Senhores do crime” é uma oportunidade de conhecer Cronenberg e depois assistir todos seus outros filmes

  1. sinceramente não conheço nem ele nem os filmes dele, mas pensei em ver esse filme…ai quem sabe não vejo os outros, o próximo da minha lista é Juno, e estou esperando a bussula de ouro ir para a locadora agora que acabei o livro rs

    bjooooo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s