Fogos de Ano Novo…. antes da hora!

Vocês devem imaginar que vou escrever sobre o Ano Novo. Mostrar como a entrada de um novo ano será positiva para todos nós. Bem, eu tinha essa intenção, mas fatos ocorreram que me fizeram mudar de objetivo.

O que vou relatar acaba de acontecer. Iniciou aproximadamente às 19h00 de hoje, 31 de dezembro de 2007, três horas antes da virada.

Estava em meu quarto lendo uma revista, anotando os filmes que iria gravar no mês de janeiro. A revista Monet chegou atrasada e eu tentava recuperar o tempo perdido. Olho filme por filme, pois de vez em quando há alguma “pérola” escondida no meio da programação e eu não quero perder. Então, eu estava em meu quarto quando comecei a escutar um burburinho. Minha mãe falava de forma exaltada e estranhei, pois parecia que brigava com alguém no corredor. Levantei e, no meio do caminho, encontrei com ela:

– Hugo, está pegando fogo no andar de cima! Vai lá ver!

Foi o tempo de colocar o sapato e vestir a camisa e eu já estava no andar de cima. Do apartamento 144 saía muita fumaça pelas frestas da porta. Já havia um homem na porta, com dois extintores, um de água e outro de pó químico. Pelo cheiro, achávamos que era fio queimado. O hall já estava quase tomado pela fumaça e o zelador não chegava com a chave do apartamento. Não houve alternativa: com quatro chutes meu irmão arrombou a porta. Atentem-se ao fato que eu já havia verificado se a porta estava quente. Para aqueles que não sabem, é importante este procedimento para que saibamos se não há fogo próximo à porta. O risco está de, ao abrir a porta, o fogo desesperado por oxigênio correr em nossa direção. Mas estava tudo certo quanto a isso. No que a porta foi arrombada, meu irmão e o outro homem correram para dentro do apartamento enegrecido pelo breu da fumaça. Eu corri para a cozinha e desliguei a chave geral do apartamento, para que o fogo não se espalhasse pela corrente elétrica.

Enquanto esvaziavam os extintores, corri para os outros andares na busca de outros butijões. Passei pelo apartamento dos meus pais e eles já estavam colocando os gatos nas casinhas para levar para o térreo do prédio. A situação estava feia. Enquanto isso, minha mãe já tinha descido para a casa da minha avó para também levá-la para o térreo.

Encontrei um extintor no décimo primeiro andar e subi correndo. O fogo ainda comia a parede e despejei todo o conteúdo sobre a tomada incendiada. Logo em seguida puxamos os móveis para longe. Acreditem que perto do foco de incêndio havia vários objetos inflamáveis: um sofá, tapetes enrolados, bancos de madeira, caixas de papelão. Estava tudo pelando, mas ainda não pegavam fogo. Após extinguir o fogo, pegamos os extintores de água e resfriamos o local. Tudo isso em menos de três minutos. Tivemos que ser rápidos. O perigo era grande. Maior do que quando apaguei o fogo na apartamento de minha avó há alguns anos.

Em seguida, outros moradores, de apartamentos de andares inferiores, foram chegando. Cada um com um extintor em mãos. Arfavam de cansaço. Enfim, eu apenas subi do 13° ao 14°. Um deles veio do 7°, o outro havia subido as escadas desde o 3°. Em seguida chegaram os bombeiros. Fizeram a verificação e anotaram o nome do meu irmão, que havia arrombado a porta. Disseram que fizemos o certo, pois cinco minutos a mais e tudo teria espalhado. O proprietário estava viajando, não havia muito o que fazer.

Depois disso, começou a epopéia de consertar a porta. Não podíamos deixá-la aberta. Estava com o trinco arrebentado e o batente partido. Levamos aproximadamente uma hora para resolver. Ou seja, a porta deu mais trabalho que o fogo em si.

Nós três que entramos no apartamento primeiro parecíamos três carvões. Era fuligem e pó químico pela roupa inteira. Meu sapato preto agora era cinza. Meu rosto estava todo pintado (após o banho, a parte inferior de minhas pálpebras ainda estavam pretas. Parecia que eu tinha me maquiado).

Mas foi isso. Ainda estou com gosto de fumaça na boca. Acho que será necessário comer muito na ceia de Ano Novo, para melhorar. Vou esperar a virada, mas posso dizer que de fogos de Ano Novo já tive a minha cota pelo dia de hoje.

*P.S. em 03/02/2008: Veja a continuação deste caso em

https://hugoharris.wordpress.com/2008/02/03/recapitulando/

Anúncios

2 comentários em “Fogos de Ano Novo…. antes da hora!

Adicione o seu

  1. nossa!!!! isso que é começar bem a virada!!!! é isso ai huguinho!!! vc e seu irmão foram heróis da noite!! trabalho em equipe é tudo!! bjoos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: